BLOG

on

Há atitudes simples que ajudam você a visitar menos o posto de combustível e, fazer seu carro durar mais:

• Otimize o trajeto

Aplicativos como o Google Maps ou Waze procuram indicar o caminho mais rápido entre os dois pontos. Mas não significa que a rota seja a mais adequada.
Uma via sem semáforos, por exemplo, permite poupar mais combustível.

• Ar-condicionado ou vidro aberto

Ter uma cabine refrigerada sempre vai implicar em maior gasto com combustível. Mas há uma situação em que ligar o ar-condicionado pode ser mais eficiente.

Isso ocorre especificamente em viagens onde você irá rodar a 100 km/h ou mais de forma constante. Em altas velocidades abrir as janelas faz com que a resistência aerodinâmica do carro piore drasticamente, sendo mais eficiente usar o ar-condicionado.

Motor

Os mais velhos certamente vão lembrar da rotina de ligar o carro antes do café da manhã para que o motor já estivesse na temperatura adequada quando você for sair.

Além de desnecessário e gastar um combustível precioso, essa atitude é perigosa. Muitas garagens não possuem a ventilação adequada e o acúmulo de monóxido de carbono produzido pelo carro pode ser fatal.

No começo do dia, não tenha receio de sair com o carro logo após a partida. Vale apena acelerar com moderação e evitar altas rotações enquanto o motor não chegar à temperatura ideal de trabalho.

• Porta-malas

Mantenha no carro apenas o essencial e lembre-se: automóvel vazio é sinônimo de bolso cheio. Além de gastar menos, componentes como freios, pneus e suspensão irão durar mais.

• Ponto morto

Muitos modelos modernos possuem o recurso de coasting. No caso do híbrido parcial Mercedes C200 EQ Boost, o motor até se desliga nessa situação.

Se o seu carro não é um desses modelos, nunca coloque o câmbio em ponto-morto em descidas ou qualquer outra situação. Todos os automóveis modernos usam injeção eletrônica, que corta o envio de combustível ao motor quando o acelerador é aliviado.

• Questão de pressão

Uma diferença de 20% na calibragem pode aumentar o gasto de combustível em mais de 10%. Pode parecer pouco, mas a diferença acumulada ao longo de um ano pode ser suficiente para comprar um pneu novo.

on

Ao transportar álcool em gel é necessário que estejam bem fechados e longe de insolação direta, nunca sob o painel do carro por exemplo.

O álcool em gel não se espalha tão facilmente quanto o líquido, o que é importante para reduzir os riscos em caso de incêndio.

De acordo com o corpo de bombeiros, o risco do álcool em gel entrar em combustão, é ainda maior se estiver sendo armazenado em recipientes não adequados.

A partir dos 16,6ºc, temperatura do chamado “ponto de fulgor”, o álcool libera vapores que, em contato com faíscas ou chamas podem entrar em combustão.

Portanto, todo cuidado é pouco quanto se trata de um produto inflamável.

– Postado por Bruna Fernandes

on

One more thing that could help you to start to live green is to begin walking a bit more.
Etiam sed mattis ipsum. Duis lorem augue, hendrerit a ultricies in, consequat sed elit. Aenean libero risus, porta vitae aliquam id, vehicula a metus. Cras nec convallis libero. Nullam sit amet lorem lectus. Aenean eget lacus tristique, dignissim eros ut, ornare diam. Aenean nec sapien finibus, posuere magna lobortis, posuere augue. In non pellentesque ligula. Praesent blandit consectetur risus, sit amet rutrum risus facilisis quis.

on

One more thing that could help you to start to live green is to begin walking a bit more.
Aenean nisl nibh, tempor at leo a, dapibus aliquet lorem. Pellentesque non ultricies velit. Duis sodales mattis feugiat. Suspendisse mi leo, efficitur eu odio sed, porta mollis urna.